quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

A Nova Barbie

Recentemente a imagem da Barbie sofreu sérias alterações para agradar a pessoas muito sensíveis que não sabem distinguir bonecas de corpos humanos.
Sim, estou a ser brusca, mas é a minha forma de ver as coisas. Não é saudável imitar ninguém, muito menos uma boneca. As pessoas que estavam a favor esta mudança alegavam que a Barbie era perfeita demais e que as raparigas queriam ser todas como ela, e por isso acabavam anoréticas ou bulímicas.

Eu penso que não deviam mudar a Barbie, porque de certa forma passam a imagem de que tudo se pode alterar, mas a mentalidade e os modelos pelos quais a sociedade se rege mantêm-se. Assim, as pessoas irão sempre querer mudar tudo o que lhes parece errado, por muito inofensivo que seja. Começamos a entrar num campo de regras de moral excessivas, parece que vivemos como os burros, com palas nos olhos.

Desta forma, a boneca acabou por perder a sua imagem e as pessoas ficaram ainda mais preguiçosas do que já eram em relação á mudança.




Maggy