quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Dói...

Dói falar contigo e não poder dizer que te amo, porque sei que não é recíproco e que corro o risco de que não queiras falar mais comigo.

Dói sentir que estamos no mesmo barco mas a remar em direções opostas e que não posso mudar isso tão facilmente como gostaria, ou talvez não possa de maneira nenhuma.

Quem  me dera que entendesses o que estou a sentir, que conseguisses perceber que te amo.

Cada vez que falo contigo penso como seria se tivesse dado certo, e no que preciso de fazer para que isso aconteça, mas chego á conclusão que o mais provável é que não dependa de mim.

Porque é que tem que ser tudo tão difícil? O que é que eu fiz de errado? Vês o que me fazes, achas que mereço isto?