quinta-feira, 10 de março de 2016

Sobre Reality Shows

Eu não posso dizer que sou contra reality shows, porque, apesar de não acompanhar nenhum, acho que vê quem quer e gosta, não tenho nada a ver com isso.

De qualquer forma, eu não acompanho reality shows porque acho que só servem para denegrir a imagem de quem lá entra enquanto cidadão como outro qualquer, visto que o público em geral não conhece o participante. Isto porque acabam por sair de lá com algum dinheiro nos bolsos e não sabem o que lhe fazer. 

Ora, as revistas ditas "cor de rosa" adoram esse tipo de coisa. Depois há também os relacionamentos: Cada vez que algo acontece na vida amorosa ou familiar de algum ex-concorrente de um reality show há uma notícia sobre isso na capa das tais revistas.



Digamos que, na minha opinião, e respeitando a liberdade e a vontade dos que o fazem, mesmo não compreendendo, acho que quem concorre neste tipo de programa televisivo não sabe onde se foi meter. Não querendo diminuir ninguém, os reality shows são feitos para animar as pessoas e por isso é que se junta sempre o mesmo tipo de pessoas (geralmente não muito cultas ou educadas) para fazer rir os espetadores. 

Assim, apesar da candidatura ser feita  de livre vontade, eu penso que os candidatos não atingem o facto de que vão ser esmifrados e usados para fazer rir os telespetadores.

Como eu disse, á conversa com uma amiga, "entram para lá galinhas e saem frangos depenados". Com dinheiro, sim, mas esse um dia vai acabar e a fama que adquiriram não os vai largar tão cedo, por isso dificilmente voltarão a ser os mesmos cidadãos normais que lá entraram. Irão ser perseguidos pela "fama" e vão entender que dificilmente serão aceites da mesma forma pela sociedade.


Maggy