sexta-feira, 26 de junho de 2015

Quem me dera saber

  Preciso de entender o que sinto por ti: ás vezes acho que é amor, outras apenas amizade. Tenho que perceber, esta incerteza mata-me. Tenho medo de arriscar e estragar a nossa amizade, o que seria terrível.
  Será que peço muito? Apenas queria saber o que fazer.
Gostava que  reparasses e me pudesses ajudar, mas já estaria a pedir demais.
  Lembro-me tantas vezes dos  nossos momentos e sinto saudades, mas no segundo a seguir proíbo-me de as sentir e de me lembrar, mas sei que é impossível, não me sais da cabeça, e muito menos do coração.